República Oligárquica – História Resumo

República Oligárquica
movimentos sociais na cidade
revolta da chibata
O estopim se deu após assistirem o castigo do marujo Marcelino Rodrigues Menezes, açoitado até desmaiar com 250 chibatadas (o normal eram 25) por agredir um oficia.l. O levante foi liderado pelo experiente João Cândido Felisberto, marujo negro e analfabeto. O motim terminou com a morte do comandante do navio e mais dois oficiais, os quais não aceitaram abandonar a nave de guerra. Em carta ao governo, os revoltosos solicitavam:o fim dos castigos físicos; melhores condições de alimentação e trabalho; anistia para todos envolvidos na revolta acatada pelo prefeito

revolta da vacina Oswaldo Cruz incentivou a aprovação no congresso da vacina obrigatória, o objetivo era erradicar a varíola, porém a ausência de informações sobre a importância da vacina e de seus efeitos fez com que a população reagisse mal a vacinação. A cidade virou um campo de batalha. Diante da reação popular o governo recuou. A obrigatoriedade da vacinação foi suspensa e a revolta, controlada com enorme violência.

reforma urbana no RJ
É nesse período que o Rio de Janeiro vê a chegada da energia elétrica e a reorganizaçãodo. do
espaço urbano carioca. O prefeito proibiu ainda a atuação de ambulantes. reforma urbana no RJ muitos dos nascedouros históricos e culturais do Rio de Janeiro foram suprimidos: sua história indianista e escravagista, silenciada; dois de seus morros de fundação, demolidos, para, dentre outros fins, serem cobertas as margens da baía que consagra a cidade; o Rio Carioca, que lhe transcorria e lhe forneceu água nos anos de seu nascedouro, submerso; seus cortiços, arquivos vivos da cultura e da história locais, postos ao chão
movimento operário
Os operários, no início, tinham que trabalhar em ambientes insalubres, trabalhavam por longas horas sem ter aumento pela quantidade de horas trabalhadas e não tinham direitos a praticamente nada. O movimento operário começou a se organizar a partir de concepções do socialismo e do anarquismo. Foi com a fundação de partidos políticos, que os operários socialistas conseguiram arregimentar forças para reivindicar seus direitos. Em 1917, houve uma greve no estado de São Paulo onde um operário foi morto. A morte do operário gerou uma serie de movimentos grevistas pelo país. O governo Vargas, a partir de 1930 garantiu vários direitos aos trabalhadores com a criação da Constituição de 1934. Na década de 40, os trabalhadores tiveram seus direitos assegurados pela CLT.
cangaço
O cangaço foi um fenômeno do banditismo, crimes e violência ocorrido em quase todo o sertão do Nordeste do Brasil, entre o século XVIII e meados do século XX. Seus membros vagavam em grupos, atravessando estados e atacando cidades, onde cometiam pilhagens, assassinatos e estupros

guerra do contestado
A Guerra do Contestado foi um conflito ocorrido entre os anos 1912 e 1916 na região Sul do país. Os motivos foram: desemprego e expulsão de camponeses de suas terras por conta da instalação de uma ferrovia
guerra de canudos
A Guerra de Canudos foi o conflito entre os moradores do Arraial de Canudos e o Exército brasileiro. No fim do Império, a desigualdade social e falta de terras disponíveis para a população mais pobre já era um problema no país. Antônio Conselheiro, um membro da Igreja Católica, fundou uma comunidade sócio-religiosa onde todos partilhavam as tarefas, a terra era comunitária, e parecia uma saída para os problemas. O local começou a receber muitos adeptos, o que desagradou ao governo, que mandou sucessivas campanhas militares até dizimar completamente o arraial.