Por volta de 1850, os principais países industrializados eram Inglaterra, França, Alemanha e Estados Unidos. Nesses países, milhões de operários trabalhavam nas mais duras condições, sem leis que os protegessem. Cada patrão pagava quanto queria e explorava os empregados o máximo possível, A jornada era de catorze, dezesseis e até dezoito horas por dia.

Em 1886, realizou-se nos Estados Unidos uma greve geral para conquistar a jornada de trabalho de oito horas. Em Chicago, no dia 1 de maio, uma grande manifestação pública reuniu milhares de pessoas, que foram violentamente dispersadas pela polícia. No dia 3, os trabalhadores fizeram outra manifestação, novamente reprimida. Desta vez, porém, a polícia, agindo com mais violência ainda, assassinou vários operários diante da fábrica MacCardick.

Estava declarada uma verdadeira guerra aos trabalhadores. Mas eles responderam com coragem e, no dia 4 de maio, organizaram outra concentração. A polícia outra vez interveio, assassinando homens, mulheres e.fianças. Oito líderes do movimento foram presos e condenados à morte. Quatro deles foram enforcados, um suicidou-se e três foram perdoados.

Em 1892, a Associação Internacional dos Trabalhadores decidiu que o dia 1° de maio seria comemorado mundialmente todos os anos como o Dia Internacional do Trabalhador, ou seja, um dia de luta dos trabalhadores por seus direitos.

Repressão policial – Chicago 1886

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *