Luiz Antonio de Assis Brasil (Biografia)

Luiz Antonio de Assis Brasil

Luiz Antonio de Assis Brasil. Escritor, brasileiro, romancista, ensaísta, colunista advogado e músico.

Nasceu em 21 de junho de 1945 em Porto Alegre, Brasil, filho de Amilcar de Assis Brasil e Silva, e Glacy Pereira de Assis.

Sumário
1 Estudos
2 trajetória profissional
3 principais obras
4 fontes

Nascimento 21 de de 1945
Porto Alegre, Bandeira do Brasil Brasil
Ocupação Escritor
Nacionalidade Brasileira
Gênero Romancista, Ensaísta, Colunista
Prêmios Prêmio Laytano Ilha, Prêmio Nacional de Literatura, Prêmio Literário Erico Verissimo, Prêmio Jabuti

Estudos
Em 1963, ele termina o curso no clássico Anchieta College, onde estudou desde o ensino médio.

Em 1965 entrou na Pontifícia no curso de Direito da Universidade Católica do Rio Grande do Sul, (PUCRS), ao mesmo tempo, junta-se à Orquestra Sinfônica de Porto Alegre, (OSPA) como violoncelista.

Em 1967, ele se afasta da OSPA em dezembro, mas retorna em 1971.

Em 1969 é transferido para a Escola Regional de Intendência de Abastecimento, em Porto Alegre.

Em 1970, licenciou-se em Direito pela PUCRS.

Carreira profissional
Em 1972, ele se matriculou na Ordem dos Advogados do Brasil, onde começou suas práticas.

Em 1974, a convite do jurista Paulo Brossard, é substituto para algumas aulas de Direito Civil na Faculdade de Direito da PUCRS.

Em 1975, junta-se oficialmente ao corpo docente da Faculdade de Direito da PUCRS.

Ele começou a trabalhar com a imprensa do estado, Correio do povo, e escreve sobre história e literatura.

Mais tarde assume o cargo de diretor da seção de atividades artísticas da Educação Municipal e Cultura de Porto Alegre.

Em 1977, ele recebe o Prêmio Laytano ilha que lhe é concedido pela sala de trabalho em uma tabela da liga, considerado o melhor trabalho no Rio Grande do Sul, publicado no ano anterior.

Este ano, ele definitivamente se afasta da OSPA.

Em 1983, ele se tornou o diretor do Instituto Estadual do livro, onde permanece até 1987.

Em 1984 com a bolsa do Instituto Goethe, e viaja para a Alemanha.

Em 1985, ele realiza o lançamento das virtudes da casa, assume a coordenação da Oficina de Escrita Criativa.

Em 1986, assume a Secretaria de Estado da cultura do Rio Grande do Sul.

Em 1987, recebe o grau de Doutor em Letras na PUCRS.

Em 1988, recebe o Prêmio Nacional de Literatura, outorgado pelo Instituto Nacional do livro e é proposto para o Prêmio Jabuti da Câmara Brasileira do Livro, pelos cães província.

Recebe ainda o Prémio Literário Erico Verissimo, a Câmara Municipal de Porto Alegre.

Em 1993, recebe a Medalha da cidade de Porto Alegre, Por serviços à comunidade.

Em 1994, recebe Menção De Honra no Prêmio Pegasus de Literatura (Bogotá, Colômbia) pelas famílias perversas.

Em 1997 é escolhido patrono da Feira do livro 47ª

Em 1998, é professor convidado na Universidade de Brown, em Providence, Estados Unidos.

Em 2000 participa do Programa de residência na Universidade de Berkley, Califórnia.

Em 2001 publica O pintor de retratos, e recebe o Prêmio da Fundação Biblioteca Nacional.

Em 2003, com o lançamento do livro o banco propriedade do rio, recebe os prêmios de Portugal, Telecom Brasileiro Literatura, Tortoise (Câmara Brasileira do livro), Açores Literatura (Câmara Municipal de Porto Alegre).

Em 2010 segue com sua coluna quinzenal no Diário Zero Hora, além de ministrar palestras nas Universidades da Sorbonne e Toronto, nesse mesmo ano, o recém-eleito governador Genro propõe o nome do escritor para a Secretaria de Cultura do Rio Grande do Sul.

Principais obras
Um quarto em uma tabela de classificação. Porto Alegre: Movimento 1976.
Descendentes de Raven. Porto Alegre: Movimento 1978.
Almas Bacia Porto Alegre. L & PM 1981.
Amanhã transfigurou Porto Alegre. L & PM 1982.
As virtudes da casa de Porto Alegre. Mercado Aberto 1985.
O homem amoroso. Porto Alegre: Mercado Aberto 1986.
A província cães Porto Alegre: Mercado Aberto, 1987.
Crystal vides Porto Alegre. Mercado Aberto, 1990
Famílias perversas Porto Alegre. Mercado Aberto, 1992.
Memória de pedra Porto Alegre: Mercado Aberto, 1993.
Os Senhores do século Porto Alegre. Mercado Aberto 1994.
Concerto País Porto Alegre. L & PM 1997.
Atas da província-Boi Porto Alegre: Mercado Aberto 1997.
Breviário da terra no Brasil. Porto Alegre: L & PM 1997.
O retratista Porto Alegre. L & PM 2001.
O banco propriedade. Porto Alegre: L & PM, 2003.
Música Perdida Porto Alegre. L & PM, 2006.
Ensaios íntimos e viciadas Porto Alegre. L & PM, 2008.

Luiz Antonio de Assis Brasil (Biografia)
Rolar para o topo