História do Jazz (Dança)

Paralelamente à evolução da Dança Moderna ou Contemporânea, tem crescido o interesse pelo sapateado e a Dança Jazz. O sapateado tem diferentes origens como, por exemplo, o Jig que surgiu na Irlanda e posteriormente, o Clog na Inglaterra. As danças africanas, que uniam o trabalho dos pés a sofisticados movimentos de corpo, também contribuíram para o nascimento do “sapateado”.

Quando estes povos chegaram ao Novo Mundo, surgiu o sapateado como a dança nativa da América do Norte. E nos EUA, a dança jazz encontrou nos palcos da Broadway, em Nova Yorque, o seu melhor meio de desenvolvimento. Em 1933, ela já se destacava no cinema quando Fred Astaire fazia seu primeiro filme “Dancing Lady” junto com Ginger Rogers. E desde então a modalidade tem convivido em altos e baixos com relação às suas congêneres, no ensino de dança em qualquer parte do mundo.

No Brasil o sapateado tem muitos admiradores, porém não é um estilo popular. Já a dança jazz surgiu no final do século XIX, com suas raízes essencialmente populares, tendo uma evolução inicial paralela à da música jazz. Em nossos dias, podemos observá-la nos programas de televisão, cinemas e em peças teatrais, sendo de suma importância ressaltar seu desenvolvimento nos palcos que se deu através de grupos de dança, com influência em grandes companhias de bailado.

Por outro lado, aulas de “dança jazz” são procuradas em diversas academias e escolas de dança por todo o país e por todas as idades. Este fato é particularmente visível entre professores de Educação Física que se dedicam à dança. No contexto mais amplo desta modalidade, destaca-se a figura de Carlota Portella como precursora da dança Jazz no país.

A dança jazz utiliza, por vezes com adaptações, a maior parte dos movimentos técnicos do ballet clássico, como também, movimentos comuns aos da dança moderna. Mesmo dividindo espaço com a dança contemporânea entre as grandes Companhias de dança brasileiras, a dança jazz não é ofuscada, em sua preferência, por pessoas que desejam uma modalidade de dança para estudar.

Situação Atual: A dança jazz foi e continua a ser uma técnica muita aberta às influências das danças sociais, propagando-se pelas academias e escolas de dança do Brasil. Atualmente, cerca de 1500 escolas de dança e mais de 1000 instituições entre academias e clubes, desenvolvem a modalidade. Cerca de 7000 profissionais e 60 mil alunos se envolvem com a modalidade, nos aproximadamente 4000 eventos organizados pelas próprias instituições e eventos de âmbito nacional.

História do Jazz (Dança)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo