História e Biografia de Nicolae Ceausescu

Romeno, 1918-1989, político

A violenta derrubada de Ceausescu foi o último e mais dramático fato das revoluções anticomunistas que varreram o Leste europeu em 1989. Nascido numa família de camponeses, aderiu ao Partido Comunista romeno aos 15 anos e teve várias passagens pela prisão até a derrota do governo pró-facista, em agosto de 1944.

Ceausescu rapidamente ascendeu no novo sistema de governo instalado pelo Exército soviético, tornando-se secretário-geral do partido em 1965. Ele queria ser independente de Moscou, mas não liberalizar o país. Adotou a política maoísta depois de sua visita a Pequim e à Coréia do Norte, em 1971. Sua própria “minirrevolução cultural” significou um culto personalista que se tornou cada vez mais absurdo e logo envolveu sua mulher, Elena.

O ocidente o cortejava, na esperança de que a Romênia pudesse representar uma abertura ao Pacto de Varsóvia. Em meados dos anos 80, o país sofreu uma aguda crise para o pagamento da dívida externa e, ao final de 1989, a população estava subnutrida e descontente. Mesmo assim, em novembro, Ceausescu foi reeleito líder do governo. Mas, em seguida — o que representaria para ele uma fatalidade —, convocou um plebiscito para endossar seu governo.

O ar de espanto diante das vaias que recebeu nas ruas marcou o momento em que perdeu o controle da situação. Ceausescu e sua mulher foram executados sumariamente em 25 de dezembro de 1989.