A História da Filosofia

ciência e da filosofia. 10 É nessa época que a ciência toma os rumos da ciência atual, baseada em comprovações, por meio de um método. A Filosofia Moderna propôs algumas mudanças teóricas:

1º. O homem se volta para si mesmo, para saber se ele é realmente capaz de conhecer a verdade. Se ele for capaz, sob quais condições a capacidade de conhecer se realiza corretamente. A Filosofia começa pela reflexão, pela volta do pensamento sobre si mesmo, para conhecer a capacidade de conhecer.

2º. Cria a concepção de que a realidade (natureza, instituições sociais e política) pode ser captada pelas idéias e pela razão.

3º. A terceira proposta teórica vê a realidade como racional porque é um sistema ordenado de causas e efeitos que podem ser conhecidas e transformadas pelo homem. Já que a realidade pode ser inteiramente representada pelos conceitos elaborados pelo sujeito do conhecimento, o homem pode intervir e alterar essa realidade.

O homem adquire um enorme poder sobre a natureza e realidade. Nasce a idéia da experimentação e da tecnologia. Constrói-se o ideal de que o homem pode dominar tecnicamente a natureza e a sociedade. Alguns importantes pensadores e cientistas modernos.

1. Galileu Galilei – nasceu na Itália e é considerado o fundador da física moderna. Defendeu as explicações do universo a partir da teoria heliocêntrica e rejeitava a física de Aristóteles, adotadas como verdade absoluta pelo cristianismo. Por contrariar essa visão tradicional foi considerado herege. Questionava a Bíblia, sendo julgado pelo Tribunal da Inquisição e condenado a fogueira ou a renegar suas concepções científicas. Optou por se retratar, mas continuou fiel às ideias e publicou clandestinamente uma obra que contrariava os dogmas cristãos.

2. Isaac Newton – nasceu na Inglaterra, físico e matemático, continuou à revolução científica que deu origem à física clássica. Fala de um universo 11 ordenado, como uma grande máquina. Além de física, matemática, filosofia e astronomia, estudou também alquimia, astrologia, cabala, magia e teologia, e era um grande conhecedor da Bíblia. Considerava que todos esses campos do saber poderiam contribuir para o estudo dos fenômenos naturais. Suas investigações experimentais, acompanhadas de rigorosa descrição matemática, constituíram-se modelo de uma metodologia de investigação para as ciências nos séculos seguintes.

A História da Filosofia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo